terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Família de treinadora fala sobre "Blackfish"

A família da treinadora morta por Tilikum no SeaWorld em 2010, finalmente quebrou o silêncio e se manifestou a respeito do documentário "Blackfish" no final do mês passado. Segue a declaração publicada nos sites de notícias americanos:

"O filme "Blackfish" ganhou muita notoriedade recentemente e por sermos da família da Dawn Bracheau nos perguntam com frequência o que achamos dele. Gostaríamos de aproveitar esta oportunidade e escrever brevemente nossa opinião sobre o filme para que possamos superar esse assunto e continuar nossos esforços para fazer do mundo um local melhor em nome da Dawn.
Antes de mais nada é primordial que informemos: nós não temos qualquer relação com esse filme, nós não participamos de sua produção e desconhecíamos seu conteúdo até ter sido exibido no Festival de Cinema de Sundance. A Fundação Dawn Brancheau, bem como nossa família, jamais recebeu qualquer recompensa financeira por parte de sua produção.
O filme chamou muita atenção para o bem estar dos animais e somos gratos por isso. No entanto, "Blackfish" não é a história da Dawn. Ela acreditava no tratamento ético dos animais, foi atrás de seus sonhos e se tornou treinadora de animais marinhos. Ela amava as baleias, tinha orgulho do seu trabalho e teve sucesso apresentando as baleias à plateia e educando-a sobre os animais que treinava. A Dawn não teria trabalhado no SeaWorld por 15 anos se achasse que as baleias não fossem bem tratadas. A segurança dos treinadores era importante para ela assim como é para nós. Nossa família apoiava a Dawn e continua apoiando os amigos e colegas de trabalho dela que hoje cuidam dos animais que ela amava.
Desde a morte da Dawn quase quatro anos atrás, a mídia tem focado  a discussão especialmente nas baleias. Uma vida humana foi perdida naquele dia e é triste acreditar que sua morte foi apenas uma nota de rodapé. Para nós, a morte dela é o ponto central da nossa história.
Em 2010, em homenagem a ela, criamos a Fundação Dawn Brancheau, dando continuidade ao trabalho que realizou durante sua vida. A Fundação foca a melhoria da vida de crianças e animais que passam necessidade, inspirando pessoas a irem atrás de seus sonhos e promovendo a importância de serviços para a comunidade. A Fundação continuará se esforçando para fazer diferença no mundo. Somos gratos a todas as solidárias pessoas que nos ajudam a manter a luz da Dawn brilhando forte.
Nós, família da Dawn Brancheau, não faremos mais qualquer declaração e pedimos que respeitem nossa privacidade."

A declaração oficial em inglês pode ser lida neste link:
http://mynews13.com/content/news/cfnews13/on-the-town/article.html/content/news/articles/cfn/2014/1/21/brancheau_blackfish_statement.html#.UuBt4NhxMLY.facebook




A imagem acima foi obtida no vídeo que estava sendo gravado segundos antes de Tilikum ter agarrado a treinadora e levado-a para o fundo do tanque.




6 comentários:

  1. Só esqueceram de mencionar que essa vida foi perdida por motivos de que havia um animal selvagem dentro de um tanque...
    Na boa, fiquei revoltada com essa resposta...
    A mulher foi morta nesse lugar e eles continuam defendendo cegamente isso? A, por favor! Tem que ter paciência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Flavynha!

      Achei toda a declaração péssima e hipócrita! (mas pelo menos na postagem tentei ser imparcial e divulgar apenas o que a família publicou...). Acho inclusive que a fundação que criaram tem propósito vago e não tem o menor sentido...

      Vamos (infelizmente) aguardar para ver quem será a próxima vítima! (quero dizer, "humana", porque as Orcas já são vitimadas diariamente em seus confinamentos pelo mundo...).

      Excluir
  2. No meu canal a cabo está disponivel o documentário Blackfish.. Irei ver e tirar minhas conclusões, mas sem dúvidas a culpa é da Dawn, visto que o Tilikum é um animal selvagem e jamais poderemos prever qualquer reaçoes deles...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não creio que a culpa foi da Dawn. A culpa é de quem botou os animais ali, de quem teve a estupida ideia de que criar animais em cativeiro fosse uma coisa brilhante.
      E sim, a resposta da família foi hipócrita. Até parece que eles apoiam isso ¬¬

      Excluir
  3. Depois de assistir o documentário (blackfish) minha visão mudou completamente. Adoro animais, os defendo sempre e já não gostava mto dessa historia de "show de orcas". Qdo era criança sempre fui fascinada em ver orcas e golfinhos no SeaWorld no programa da Eliana, seeeempre passava. São animais lindos e realmente grandes, sua inteligencia nos impressiona, acho apaixonante! Não gostei mto deste comentário da familia de Dawn, achei "em cima do muro". Pra mim é obvio o grande amor que a maioria dos treinadores apresentam pelos animais, eles realmente acham que esta tudo bem. A culpa é da ganancia e do egoismo do ser humano, não é justo animais serem separados de suas familia sem saberem o que esta acontecendo, sofrerem de diversas formas e ninguém faz nada. Tilikum é um animal que sofreu demais toda a vida e agora só espera a morte. Isso é mto triste...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que sua visão mudou Rosie! A sua e de milhares de pessoas e isso é muito bom! Antes do documentário eu me sentia sozinha nesta luta pública para educar as pessoas sobre o cativeiro... O documentário foi meu grande aliado!
      Concordo com sua opinião e também sinto muito pelo Tilikum... De fato, ele só espera a morte...
      :-(

      Excluir