segunda-feira, 30 de maio de 2016

Uma breve história sobre as Orcas



Orcas são pretas e brancas.
Elas são o maior membro da Família dos golfinhos, além de serem gregárias.
Normalmente vivem em grandes grupos familiares e são mamíferos muito inteligentes.
Seu lobo límbico, estrutura cerebral associada ao processamento das emoções, é muito aumentado.
As Orcas nunca deixam de viver com suas mães, mesmo quando se tornam adultas.
Em 1970, pessoas começaram a capturar Orcas.
A princípio no estado de Washington, nos EUA, e depois, na Islândia.
Ficamos encantados com essas criaturas... Tão bonitas, tão grandes, tão inteligentes.
Passamos a colocá-las em aquários e zoológicos.
Nós as amávamos... Queríamos vê-las.
Nós as separamos de suas famílias.
Nós as colocamos em tanques e as mantivemos isoladas.
Até hoje, pelo menos 150 Orcas foram levadas a cativeiros.
Tilikum foi uma delas.
Ele é a maior Orca mantida em cativeiro, pesando mais de 5,5 toneladas e medindo quase 7 metros.
Tilikum foi tirado de sua família quando tinha 2 anos de idade.
Há 23 anos vive em cativeiro e passa 14 horas por dia em pequenos tanques.
Sua barbatana dorsal é tombada, sinal de stress e saúde frágil.
Tilikum não é feliz.
Tilikum matou 3 pessoas em parques marinhos:
Treinadora Keltie Byrne
Daniel P. Dukes
Treinadora Dawn Brancheau
As pessoas acreditam que isso ocorreu devido ao stress e as terríveis condições que as Orcas são submetidas em cativeiro.
Nunca houve casos de ataques de Orcas a seres humanos na natureza.
A história de Tilikum é contada num documentários chamado Blackfish.
O documentário que mudou tudo.
“4 Estrelas” –Salt Lake Tribune
“Necessário”—NY Magazine
“Fascinante” –L.A. Times
“Vital” –Village Voice
“5 Estrelas” –NY Daily News
O documentário Blackfish (2013) revelou a verdade controversa sobre o abuso de Orcas em parques marinhos.
Blackfish foi chocante!
Blackfish fez com que nos conscientizássemos!
Blackfish nos fez mudar!
Portanto, paramos de ir ao SeaWorld.
Um ano após o lançamento do filme, o SeaWorld já tinha perdido um milhão de visitantes.
Dois anos após o lançamento do filme, o lucro do SeaWorld caiu 84%.
Em 17 de março de 2016, três anos após o lançamento do filme, o SeaWorld anunciou: “Esta é a última geração de Orcas nascidas no SeaWorld”.
Eles também estrearam encontros com Orcas de modo novo, inspirador e mais natural, ao invés de shows teatrais.
Achamos que Orcas são incríveis, mas devem ser incríveis na natureza.





Nenhum comentário:

Postar um comentário