quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Triste "comemoração": Captura de Lolita (Tokitae)

Hoje comemoramos com grande pesar 42 anos (isso mesmo: QUARENTA E DOIS ANOS!) da captura de Lolita, também conhecida como Tokitae.
Lolita é uma Orca fêmea pertencente ao pod L das chamadas Residentes do Sul (que habitam a costa noroeste norte americana - Pacífico).
Ela foi capturada em Penn Cove, no estado de Washington, nos Estados Unidos, no dia 08 de agosto de 1970, junto com mais sete Orcas. Na época, foi vendida por 6 mil dólares para o  veterinário do Seaquarium de Miami, nos EUA, onde vive (ou melhor, sobrevive solitária) até hoje.
Quando chegou ao Seaquerium, Lolita dividiu seu tanque com Hugo, capturado cerca de dois anos antes. Eles tiveram um excelente relacionamento de muita parceria até a morte de Hugo em março de 1980... Desde então, Lolita vive sem a companhia de um ser de sua espécie num tanque pateticamente minúsculo. Ativistas e Biólogos são unânimes ao defenderem que as condições em que tem sido mantida cativa não são adequadas e possuem um plano bem estruturado para reabilitação e "aposentadoria" de Lolita.
Veja nas fotos abaixo o tamanho de seu tanque (absurdamente pequeno comparado a seu tamanho):

 Até hoje Lolita intriga os biólogos, pois ainda emite sons no mesmo dialeto de sua família.
Em 1995, ouviu por um rádio trazido por um jornalista, vocalizações emitidas por membros de sua família. Lolita parou o que estava fazendo em veio ouvir de perto, emocionando a todos os presentes.

Existem dezenas de vídeos disponíveis na internet para saber mais sobre as campanhas que exigem a reabilitação ou, no mínimo, a aposentadoria de Lolita para que não continue mais esta vida miserável num tanque de concreto entretendo o público...
Os próprios administradores do parque assumem que o tanque é extremamente pequeno, mas que não têm condições financeiras para reformá-lo.

Hoje, no Facebook, um ato simbólico em homenagem a ela foi sugerido: Onde quer que você esteja, acenda uma vela para Lolita...

Veja o vídeo que mostra o momento em que Lolita ouviu sua família... Neste mesmo vídeo é mencionado o plano de reabilitação e aposentadoria liderado por Ken Balcomb, que defende que ela deveria ser reunida a sua família:


Ao lado de Corky nesta lamentável estatística, Lolita sobrevive há mais de 40 anos em cativeiro... Num tanque de concreto minúsculo, debaixo de um sol intenso, tendo que se apresentar ao público de novo e de novo e de novo, todos os dias...
Lembre-se de sua história triste, solitária e cheia de privações quando for a Miami numa próxima vez e não apoie o parque Seaquarium. Divulgue sua história!



6 comentários:

  1. achei um site chamado www.miamiseaprison.com

    ResponderExcluir
  2. Aii que dó! Não pude evitar chorar! =/

    Ah! Segue meu e-mail!
    flavynha182@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu também chorei quando assisti... Não há como não se emocionar. Muito triste!

      :-(

      Registrei seu e-mail aqui!
      E quando quiser se comunicar diretamente comigo ou quiser me dar sugestões de postagens, escreva para v.pod.orcas@gmail.com. Tenho um grupo muito legal de colegas e colaboradores que me mandam mensagens diretas e sempre mantemos contato!

      Excluir
  3. O engraçado é que ela conviveu com Hugo durante 10 anos mas nunca engravidou dele

    ResponderExcluir
  4. Eu me pergunto por que eles fazem isso. lolita quando eu tinha ficado sabendo da história dela fiquei muito triste de saber que ela vive em cativeiro mas um cativeiro tão pequeno lolita vc consegui

    ResponderExcluir
  5. Chorei de ver a história da lolita triste tomara que tirem ela de la

    ResponderExcluir