sexta-feira, 13 de maio de 2011

Orcas e a Hostilidade em Cativeiro I

Já não bastasse todas as adversidades que as Orcas vivenciam quando são criadas em cativeiro, nem sempre são amigáveis umas com as outras. O ambiente artificial, que une animais originários de diferentes regiões, hábitos, linguagem (mesmo quando nascidas em cativeiro, são transferidas com frequência, dificultando o estabelecimento de vínculos) faz com que sejam obrigadas a conviver, interagir, comunicar-se, de forma não natural. É comum que agressões ocorram entre elas. O que NÃO É NORMAL NA NATUREZA!
Os parques se defendem alegando que “Ferimentos por expressarem sua dominância social são raros e quase nunca graves” (Fred Jacobs, VP de Comunicação do Sea World). Porém, ele não nega que isso já ocorreu.
Minha intenção é mostrar uma realidade que não é publicada na mídia nacional. Vou começar com a história de Kandu:
De acordo com uma das descrições de um dos casos mais graves, Kandu era uma grande artista, porém temperamental. Não realizavam trabalhos na água com ela porque ela já havia se mostrado agressiva mais de uma vez com os treinadores. Em 1986 ela deu à luz um filhote morto.
Um ano depois trouxeram duas Orcas para viver com ela, um macho chamado Orky II e uma fêmea chamada Corky.
Ela se deu bem com Orky II e em 1988 teve um filhote dele, chamado Orkid. Ela era uma boa mãe, mas era muito protetora, e quando Corky demonstrou interesse por seu bebê, ela não gostou.
Em 21 de agosto de 1989, Kandu estava nadando na piscina de trás enquanto Orkid e Corky se apresentavam num show. De repente, Kandu invadiu com velocidade a piscina de apresentação e bateu com força em Corky com a boca meio aberta.
Corky ficou bem, mas Kandu quebrou a mandíbula e teve uma terrível hemorragia... Ela imediatamente nadou de volta para a piscina de trás onde morreu por perda de sangue. Orkid, seu bebê, estava ao seu lado.
A foto abaixo, muito impressionante, foi tirada quando Kandu nadou para a piscina de trás...


A imagem é forte e deixa claro que os parques não são transparentes com o que realmente ocorre. E, provavelmente, o caso só se tornou público, pois havia uma plateia assistindo.

Nem posso imaginar, a dor que estava sentindo nesse momento...




6 comentários:

  1. Vanessa, e não existe nenhuma lei americana que puna o parque? Isso é horrível!

    ResponderExcluir
  2. Punir o parque, acredito que não...
    Mesmo porque, eles sempre dão a mesma desculpa de que a agressividade entre elas "faz parte do comportamento social" (como acabaram de fazer de novo com o caso do Nakai) e que isso também ocorre no oceano. Porém, não podemos esquecer que no oceano, elas têm como se defender, escapar, etc. Além de que vivem em grupos familiares muito bem estabelecidos... o que diminui a ocorrência deste tipo de comportamento.
    E como também nunca deixam claro o que realmente ocorre nesses casos, fica difícil apontar um culpado.

    O que sabemos é que, por "sorte" (não me entenda mal por usar este termo), com a integridade física e a vida de treinadores ficando comprometidas neste trabalho, a OSHA (organização que atenta à segurança do trabalho nos EUA), está "de olho" nesses parques e cada vez mais exige medidas de segurança que fazem com que o "show" fique menos atrativo ao público (como está acontecendo agora, já que os treinadores não podem mais entrar na água durante as apresentações)... Aos poucos, quem sabe, o público vai tomando consciência de todos os perigos envolvidos, tanto para as pessoas quanto os animais e este tipo de entretenimento possa perder força.

    De qualquer forma, vou buscar saber se neste caso da Kandu V, houve alguma repercussão legal contra o parque.
    Qualquer informação, posto aqui!

    ResponderExcluir
  3. se não fosse por Corky a Pobre Orkid Ia Ter Uma Mãe

    ResponderExcluir
  4. Corky foi e é uma mãe para Orkid, e Orkid demonstra muito amor por Corky até hoje. E a Corky é uma orca muito sofrida ela merece ter a Orkid como filha, pena q p isso a Kandu teve q morrer.

    ResponderExcluir
  5. Imagino a dor que Kandu sentiu..esse parque tem que ser fechado.É um absurdo esses animais tão incríveis ser tirados de seus lares para viver em cativeiro!

    ResponderExcluir