quarta-feira, 25 de julho de 2012

Vídeo mostra ataque ao treinador Ken Peters

Esta semana foi divulgado um dos vídeos apresentados pelo OSHA (Occupational Safety and Health Administration – Administração de Saúde e Segurança do Trabalho) durante as audiências que exigiram medidas de proteção com relação ao trabalho desenvolvido pelos treinadores do parque marinho Sea World.
O vídeo que provoca "arrepios", conforme referido pelo juiz responsável pelo caso, Ken Welsch, mostra o ataque sofrido pelo treinador Ken Peters pela Orca Kasatka no parque de San Diego no dia 29 de novembro de 2006 durante a apresentação do show "Believe" e diante de um número pequeno de espectadores (cerca de 500 pessoas).
Naquele dia, Corky não pôde se apresentar porque se recuperava de um ferimento na cauda provocado por Kasatka, Orkid não estava fazendo apresentações com treinadores na água desde que também se envolveu num incidente com o treinador Brian Rokeach, restando Kasatka e Sumar para a performance.
No entanto, Kasatka estava agitada devido ao comportamento esquisito e eufórico de Kalia, sua filhote mais nova. Desde o início do "show" ambas emanaram diversas vocalizações... Kasatka do tanque principal e Kalia no de trás.
Inicialmente, tudo correu conforme o planejado, mas quando Ken pulou na água e se posicionou para que Kasatka o elevasse no ar, algo nitidamente deu errado. Logo, os treinadores que estavam no palco perceberam a demora no movimento: Kasatka estava mantendo Ken debaixo da água preso pelo pé!
Foram minutos de apreensão...
Kasatka girou e submergiu várias vezes impedindo que Ken se soltasse e respirasse. Em uma das vezes, ela o pressionou com o corpo no fundo do tanque e o manteve lá por mais de um minuto. O público foi retirado do estádio e outros treinadores tentaram inutilmente dar os sinais para que a Orca soltasse ou trouxesse Ken para a beirada do tanque. Mas ela garantiu durante todo o tempo que ele não alcançasse a beirada. Ken chegou a pedir aos outros treinadores que parassem de chamá-la porque isso só fazia com que ela apertasse seu pé com ainda mais força. Chegaram a jogar um equipamento com oxigênio que ele pudesse usar caso ela submergisse mais uma vez, mas ela não permitiu que ele o alcançasse.
Durante todo o ataque, Ken manteve a calma, da forma como foi treinado para fazer nessas situações. Mais tarde, ele relatou que antes de Kasatka agarrá-lo pelo pé, Kalia emitiu um forte sinal sonoro para ela...
Por fim, Kasatka o soltou e ele pôde nadar até a rede de proteção que havia sido jogada pelos outros treinadores, mas teve que sair da água imediatamente, pois a Orca atravessou a rede sem dificuldades para tentar alcança-lo novamente.
Ken pôde então ser atendido pela equipe médica. Ele teve que fazer uma cirurgia devido ao rompimento de um ligamento e ainda teve que levar pontos e se medicar por conta dos cortes provocados pelos dentes da Orca.
O vídeo, que não possui áudio, pode ser visto aqui:

A questão toda foi que Kasatka não indicou em nenhum momento que teria uma reação agressiva... Foi um comportamento totalmente imprevisível de acordo com a opinião dos treinadores presentes... Ou seja, é impossível saber quando algo assim pode acontecer. Motivo que fez o juiz decidir por impedir que os treinadores continuem tendo contato direto com as Orcas.

Apesar de Ken saber que aquele tipo comportamento apresentado por Kasatka não ser de seu feitio, ele nunca mais entrou na água com ela.

P.S.: Kasatka é uma Orca fêmea que vive no Sea World de San Diego, na Califórnia, EUA. Foi capturada na Islândia no dia 26 de outubro de 1978, com um ano de idade. Ela é a mãe de Takara (que com 19 anos - idade que deveria ter tido um ou dois filhotes, no máximo - se tornou avó), Nakai (primeiro filhote considerado resultado de inseminação artificial) e Kalia. Existem outros registros de agressividade de Kasatka contra treinadores.

3 comentários:

  1. E o pior eh que agora ela vai ter um filho do Kshamenk :(

    ResponderExcluir
  2. Alguem pode, por favor, me dizer onde encontro o Livro death at sea world traduzido? Meu e-mail: charles.sezyshta@hotmail.com
    Adorei o blog, bem informativo! Não conheica, abrazos!

    ResponderExcluir
  3. Charles,

    Eu acredito que ainda nao tenha a traducao para esse livro. Eu comprei pela internet e chegou terca! No mesmo dia em que foi divulgado esse video.
    Ja li 30 paginas e eh beemm interessante, mas ate entao nada diferente do que eu ja nao saiba. =P

    ResponderExcluir